Crise sanitária

OAB/SC questiona cronograma e cobra transparência na vacinação

Foto: Ricardo Pereira/Divulgação

Diante do agravamento da crise sanitária, em especial na Região Oeste do Estado, a OAB/SC, por intermédio da Comissão de Direito da Saúde, oficiou nesta terça-feira (16/02) a Secretaria Estadual de Saúde e a Procuradoria-Geral de Justiça requerendo a ampliação da transparência dos dados sobre a vacinação contra a Covid-19 no Estado.

No documento, a Seccional cobra a criação de um Portal da Transparência com dados sobre vacinas recebidas, distribuídas e aplicadas, bem como detalhes sobre o cronograma de imunização, o total de doses enviadas para cada município, a distribuição por grupo prioritário e o percentual de cobertura alcançado em cada grupo. Ação semelhante foi implantada no Espírito Santo.

"Com essa medida, a população poderá acompanhar quem está sendo vacinado, ter informações sobre o cronograma de imunização e, com isso, evitar eventual quebra da ordem cronológica do plano de vacinação, garantindo um maior controle e transparência a respeito", pondera o presidente da OAB/SC, Rafael Horn.

A Seccional também questionou sobre as medidas adotadas para o cumprimento do cronograma da vacinação, visto que há um atraso nos municípios catarinenses em conseguir aplicar as vacinas já repassadas pelo Estado.

"É importante termos claramente uma meta e um planejamento coletivo para imunizar a população o mais breve possível em razão do cenário de crise sanitária em que estamos vivendo", adverte o presidente da Comissão de Direito da Saúde, Wilson Knoner Campos.


Crise no Oeste x suspensão dos atos de instrução

A OAB/SC também oficiou às Presidências e Corregedorias dos Tribunais com jurisdição em Santa Catarina, reforçando o pleito já formulado pela Subseção de Chapecó, requerendo que os juízes sejam orientados a suspender na Região Oeste, pelo período de 15 dias, os atos processuais que envolvam instrução e deslocamento físico de pessoas na localidade.

A região tem enfrentado aumento no número de casos e de pacientes nos hospitais. Não há vagas de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Covid do Sistema Único de Saúde (SUS) em nenhum dos quatro hospitais da região.


folhadaserra sim

Menu

Contatos

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados. Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina